Sociedade

Cronologia das asneiras ditas por Izzy Nobre em relação ao cristianismo

O vlogueiro resolveu falar sobre o que não entende - sob a justificativa de que entendia do que estava falando - e acabou passando vergonha.

LinkedInTumblrRedditWhatsAppEmailGoogle GmailYahoo MailWordPress

Cronologia da discussão:

Vídeo inicial do Izzy Nobre – 9 de dezembro de 2016

Publicidade

Primeira resposta do Conde ao vídeo do Izzy Nobre – 22 de dezembro de 2016

“Quem inventou o Izzy Nobre”, resposta do canal Dois Dedos de Teologia ao vídeo do Izzy Nobre – 28 de dezembro de 2016

Parte 1 da “refutação” ao vídeo-resposta do Dois Dedos de Teologia por parte do Izzy Nobre – 29 de dezembro de 2016

Vídeo onde o Conde faz algumas críticas ao vídeo do Dois Dedos de Teologia – 30 de dezembro de 2016

Vídeo onde o Conde perde a paciência com as asneiras ditas por Izzy Nobre – 31 de dezembro de 2017

Post do Yago Martins(do canal Dois Dedos de Teologia) onde ele comenta a “resposta” do Izzy Nobre ao vídeo de seu canal – 31 de dezembro de 2017

—————————————————————————————————–

O vlogueiro Izzy Nobre [1]resolveu passar vergonha na internet falando um monte de bobagem fazer um vídeo intitulado “Quem inventou o cristianismo?”[2], onde defende a tese- muito velha, mas que ele tenta parecer ser nova-  de que “ocristianismo”[3] seria uma “invenção de Paulo”. Este artigo será uma resposta não ao vídeo original do Izzy Nobre, mas à sua “resposta à resposta” feita ao vídeo do canal Dois Dedos de Teologia. Também gostaria de esclarecer que esse artigo não é uma defesa ao vídeo do Canal Dois Dedos de Teologia, mas sim uma crítica aos “argumentos” utilizados por Izzy Nobre.

O Izzy Nobre ainda não respondeu a todo o vídeo feito pelo canal Dois Dedos de Teologia, então na verdade este artigo é apenas a resposta à parte 1[4].

Um argumento recorrente em seu vídeo é, por incrível que pareça, que certas coisas muito absurdas que ele mesmo diz são “piadinhas”. O caso mais escandaloso do uso de tal artifício é quando ele fala dos discípulos de Jesus, que eram como “fanboys” e “inscritos em canal de youtube”,o que é um evidente deboche ao martírio e sacrifício feito não só por aqueles homens, mas feitos ainda hoje em países islâmicos e comunistas.

O mais bizarro desse argumento é que o sujeito tenta fazer um vídeo “sério” onde ele estaria “refutando o Cristianismo”[5] com “muitas fontes bibliográficas”[6], sendo que ele mesmo não leva o próprio vídeo a sério e faz diversas piadinhas com coisas centrais da fé dos cristãos. É ,evidentemente, um palhaço e um charlatão. Se ele quer de fato ser levado a sério, é bom que ele mesmo se leve a sério e leve os próprios argumentos a sério, pois a conduta dos apóstolos diante da fé, seus sacrifícios e o martírio deles é um forte argumento em prol da confiabilidade dos Evangelhos.

Veja também:  A "Laudato Si": não é um Manifesto Comunista de bata, mas ainda assim tem algumas mancadas

Outro “argumento” dele é pegar um evidente cacoete verbal[7] do Yago Martins e trata-lo como se fosse parte de fato de seus argumentos. É evidentemente um problema de analfabetismo funcional aliado a uma impossibilidade de estar num estado de dúvida por muito tempo (que é uma fraqueza espiritual fartamente conhecida para qualquer estudioso sério), o que faz com se salte para conclusões apressadas e erradas. Digo isso porque várias pessoas possuem certos cacoetes verbais na fala[8]¸que desaparecem quando se passa para a escrita (eu mesmo tenho alguns). Eles são presentes principalmente entre pessoas jovens que iniciaram a vida intelectual[9] há pouco tempo. Digo isso porque a mesma lógica poderia ser usada para gaguejos, uso de expressões imprecisas na oralidade para falar de certos assuntos,etc,  coisas essas que foram feitas pelo próprio Izzy Nobre em seus  2 vídeos. Aparentemente, o nosso vlogueiro canadense não sabe muito bem as particularidades da expressão oral e as da escrita, criando assim, dentro de sua própria cabeça, uma confusão dos diabos.

O grande problema em toda a análise do Izzy Nobre é que ele vê o cristianismo como o temos hoje como uma ideologia, o que mostra que ele, ao contrário do que diz, não estudou porcaria nenhuma sobre o cristianismo. Os Evangelhos, ao contrário das cartas de Paulo[10], são uma narrativa. Ou, como diz Bento XVI:

“O cristianismo é antes de tudo um acontecimento.

Ou, para citar o próprio São Paulo Apóstolo:

“Se Jesus Cristo não ressuscitou, vã é a nossa fé.”

A Doutrina – e vou usar aqui o exemplo da Católica – foi se desenvolvendo (na verdade, ela foi sendo “descoberta”) ao longo do tempo, em meio a muitas discussões, brigas internas[11] onde a Igreja estava realmente dividida ao meio[12] e, inclusive, guerras[13]. Izzy Nobre aqui reduz o cristianismo à sua própria pequenez: incapaz de enxergar para além do materialismo cientificista, ele reduz o Cristianismo, mesmo que involuntariamente e inconscientemente, ao nível de “ideologia”, que é, dentro de sua confusão mental, oposta à “ciência”[14] ou ao seu “ceticismo científico” – tanto nas ciências naturais como na histórica[15].

Podemos ver aqui a cara de entusiasmo do Doutor Angélico frente às contestações feitas pelo grande estudioso do Cristianismo, Izzy Nobre.

Izzy Nobre sempre toca na tecla de que havia diferenças doutrinárias entre Pedro, Paulo e outros apóstolos. O problema, caro Izzy Nobre, é que isso não é um problema[16]. Dentro da Igreja Católica, inclusive, há santos que, em suas épocas, eram adeptos de coisas que hoje são consideradas heresias e pontos contrários à Doutrina da Igreja. Inclusive, até hoje há discussões internas dentro da Igreja e divergências dentro do Clero – como a que envolve o Cardeal Burke e outros. A idéia de que a Igreja sempre foi um bloco monolítico é uma visão que hoje é típica dos ateus militantes, que não resiste à pouquíssima leitura.

Publicidade

Ele também utiliza outros “argumentos” ao longo de seu vídeo, porém vários são refutados pelo próprio vídeo do Canal Dois Dedos de Teologia em momentos posteriores (alguma contestação feita pelo Izzy no minuto 13, por exemplo, estaria sendo refutada no minuto 40 do vídeo do Dois Dedos). Isso nos mostra 2 coisas: ou o Izzy Nobre não viu o vídeo do canal Dois Dedos de Teologia inteiro antes de começar a sua refutação, agindo, portanto, de maneira imprudente e intelectualmente desonesta ou ele não foi capaz de perceber isso, o que demonstra inépcia intelectual. Ou as duas coisas, pois elas não se excluem.

Veja também:  Papa Francisco: uma demonstração de que o "respeito e projeção" internacional que o Brasil tem é muito mais imagético que real. Ou: nosso complexo de superpotência é tão ou até mais perigoso que nosso complexo de vira-lata!

Conclusão:

Ao contrário do que diz sobre si mesmo, Izzy Nobre nada entende sobre cristianismo e deveria ficar quieto ao invés de ficar dando palpite. Ele desconhece os fatos mais básicos sobre o assunto (como os meninos do Dois Dedos de Teologia mostraram), tem graves deficiências de linguagem e problemas de compreensão de texto. Além disso, sua visão sobre o cristianismo (e provavelmente sobre todas as outras religiões) está viciada desde a raiz, impregnada de materialismo cientificista. Os 2 vídeos do Izzy Nobre servem não para informar alguém do que quer que seja, e tampouco servem para se dar risada. A principal funcionalidade é servir como amostra da burrice do neo-ateísmo e da fraqueza dos argumentos mais típicos.

PS: Algumas contestações que fiz aqui podem parecer “incompletas” ou “mal fundamentadas”. Apenas parecem. Consultem a bibliografia que forneci nos links. Boa parte do que disse serve mais como alusão aos livros e aulas e incentivo para que o leitor busque.

Referências:

[1] Que ficou conhecido após ter feito uma razoável investigação sobre a empreendedora de palco Bel Pesce, desmascarando-a.

[2] O rapaz acredita MESMO que fazer um vídeo de 20 minutos sobre o assunto é muita coisa(11min 30s para frente). Basta ver o quanto ele enfatiza isso na sua resposta à resposta do canal Dois Dedos de Teologia. Alguém mostre para esse sujeito a coleção “História da Igreja de Cristo”, em 10 volumes, do Historiador Daniel-Rops, traduzida para o português pela Editora Quadrante.

Publicidade

[3] Com “o cristianismo” eu ainda não entendi o que exatamente ele quer dizer. Ele quer dizer a Narrativa relatada nos Evangelhos, os Dogmas e a Doutrina da Igreja Católica, a sucessão apostólica ou o quê?

Veja também:  Presidente do Chipre tentará plano B para tirar o país da crise

[4] E pessoalmente não acredito que ele irá responder a tudo, dado que aparentemente percebeu que vai passar uma vergonha maior ainda.

[5] A maior religião que já existiu, com mais de 2 bilhões de adeptos, 2000 anos de história – uma grande sobrevivente frente aos “testes do tempo” -, sendo assim a instituição ainda existente mais antiga de que se tem notícia(não me venham falar do Hinduísmo e do Judaísmo. Eles não possuem a unidade da Igreja Católica). Sim, eu sei que existem as diversas divisões internas do Cristianismo, mas acredito que tenham entendido o que eu estou querendo dizer.

[6] Quando paramos para ver as tais “fontes”, percebemos claramente que o rapaz é uma espécie de Zeitgeist/Peter Joseph do Canadá.

[7] A repetição do termo “provavelmente” é, ao que me parece, um cacoete verbal do Yago. Para averiguar isso, bastaria dar uma visualizada em outros vídeos do canal com o Yago e ver se isso se repete e fazer uma análise a respeito. Pelo que vi, o uso do provavelmente ali é mais um cacoete verbal do que qualquer outra coisa.

[8] Note que eu disse NA FALA e não em qualquer expressão verbal, pois tais cacoetes desaparecem quando se passa para a escrita.

[9] O que é a vida intelectual não será assunto deste artigo.

[10] Vale lembrar aqui que ele ignora por completo o seu erro sobre Paulo não ter mudado de nome, atribuindo o erro a uma “piadinha”. Como eu disse, é um palhaço.

[11] Qualquer principiante no estudo do cristianismo sabe de tudo isso o que eu estou falando. Izzy Nobre estudou foi é nada.

[12] Izzy Nobre, na época em que fez seus vídeos, provavelmente não tinha sequer ouvido falar da “Controvérsia do Arianismo”, o que seria um erro imperdoável para alguém que diz ter “estudado o cristianismo”. Digo isso porque, caso ele estivesse ouvido falar e tivesse estudado um pouco sobre o assunto, não teria dito algumas bobagens que disse nos 2 vídeos que fez.

[13] Como na Cruzada Albigense na França.

[14] Confiram o link para uma excelente indicação bibliográfica que sanará boa parte das dúvidas sobre a tal da “ciência”.

[15] Da qual ele nada entende sobre como procede, pois se entendesse não teria feito um vídeo passando vergonha no youtube, onde repete chavões e mentiras antigas, já refutadas pelo Magistério da Igreja inúmeras vezes e também por pesquisadores ateus.

Publicidade

[16] Recomendo a aula do Curso Essencial de Filosofia, “O advento do cristianismo”. 

Publicidade

Veja também

(Fonte da imagem: Best Movies By Farr)

Audrey Hepburn e o feminismo: quando a atriz não segue a personagem

A revolução sexual, advinda pelo surgimento da pílula anticoncepcional e dos movimentos de libertação feminina, …

  • Leon

    Ó que dó do floquinho! Ele tá todo pistola porque o Izzy Nobre não dá atenção!