Internacional

O real Donald Trump

Magnata utiliza o Twitter como principal forma de expressão.

LinkedInTumblrRedditWhatsAppEmailGoogle GmailYahoo MailWordPress
O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, vêm constantemente criticando a postura da mídia norte-americana desde os tempos de campanha. Como forma de se manter próximo de quem o acompanha e tendo a chance de esclarecer as inúmeras polêmicas que, ora causa e ora é apenas inserido de forma conveniente, Trump mantém o uso de sua conta no Twitter de forma constante.

Publicidade

Em entrevista ao jornal alemão Bild, disse que sabe acessar sua conta, mas são outras pessoas próximas que de fato publicam as mensagens, depois de devidamente ditadas pelo próprio.

Donald Trump diz que o uso do Twitter é muito conveniente para que ele possa responder e reagir, de forma rápida, a qualquer notícia ou fato que lhe envolva, além de esclarecer pontos de governo e projetos futuros.

Em 2015, Barack Obama estreou uma conta oficial da presidência dos Estados Unidos, a @POTUS. Mas Trump já deu indícios de que manterá sua conta particular em funcionamento, e não migrará para a conta antes utilizada pelo democrata.

Veja também:  Guia definitivo do terror: afinal, o Islã é uma religião violenta?

Em apenas 140 caracteres Donald Trump já causou polêmicas a nível nacional e mundial, gerando inclusive oscilações nas bolsas de valores. E toda essa influência não vêm à toa. Somente no Twitter, Trump conta com 20 milhões de seguidores. Se somadas todas as plataformas são quase 50 milhões. A critério de comparação, a conta da Casa Branca utilizada por Obama conta com menos de 14 milhões de seguidores.

O efeito das postagens é imediato, repercutindo pelo país e mundo afora.

Donald Trump
(Fonte da imagem: Reprodução)

Quem Donald Trump segue no Twitter?

Se os seguidores já ultrapassam os vinte milhões, as contas seguidas são apenas 42.

Entre elas estão familiares, como Tiffany Trump, Vanessa Trump, Lara Trump, Ivanka Trump e Donald Trump Jr.
Também segue a esposa, Melania Trump.

As contas oficiais dos hotéis da rede Trump pelo país.

Conselheiros e líderes da Trump Organization.

Lideranças do Partido Republicano, entre eles o vice-presidente eleito Mike Pence.

Uma conta de quatro vloggers negras americanas apoiadoras de Trump.

Jornalistas, desde opositores até favoráveis ao novo presidente. A maior parte está na Fox News, com destaque para Bill O’Reilly.

Veja também:  As lições da matéria militante de Bibiana Dionísio sobre a prisão do "Japonês da Federal"

Os últimos tweets de Trump antes da posse

Trump fala de tudo em seu Twitter, desde programas de TV, responde adversários políticos, aborda planos de governo e critica a imprensa.

No última dia 15, alfinetou o programa humorístico Saturday Night Live, que para ele não é engraçado e tem um elenco terrível, dizendo que é a pior coisa do canal NBC, pior até que o NBC News, que segundo ele também é ruim.

Já no dia 16, celebrou o Martin Luther King Day com uma homenagem ao ativista negro. Criticou a CNN em um dos posts, repostou uma notícia da Fox News e respondeu a um seguidor.

Publicidade

Disse que muitas pessoas estão indo até Washington em suas motocicletas para a posse, e que serão três grandes dias (quinta, sexta e sábado). Respondendo às notícias que hoje estão nos principais jornais do mundo, de que será ele o presidente a tomar posse com a maior rejeição, diz que as mesmas pessoas que calculam sua rejeição são as mesmas que calculavam as pesquisas para a presidência.

Veja também:  O começo do fim do chavismo na Venezuela

Segundo ele, “são manipuladas, como antes.”. Deu ênfase às promessas de grandes empresas de voltar a produzirem em solo americano, gerando empregos, incentivo este que era uma promessa de campanha.

Além disso, respondeu às críticas do congressista e líder dos direitos civis da Geórgia John Lewis e compartilhou um artigo do portal Breitbart sobre a imprensa e sua vitória nas eleições.

É fato que as redes sociais aproximaram os eleitores de seus representantes, tornando-se uma ferramenta importante da difusão de informações relevantes ao andamento das políticas nacionais. A relação de Trump com a imprensa e o uso de mídias sociais pessoais para essa comunicação traz novas tendências e formas de compreender a política e as relações entre políticos e povo.

Publicidade

Veja também

Donald Trump em campanha (Fonte: Divulgação)

Como Trump venceu – e como a mídia perdeu isso

(O texto abaixo é de autoria de Joel B. Pollak, editor-sênior do portal conservador de …

  • Eta Mundo Bom

    “Uma conta de quatro vloggers negras americanas apoiadoras de Trump.” Na verdade são só duas. Diamond e Silk.Elas fizeram um banner/capa com duas fotos de cada uma.