Internacional

Parlamento venezuelano aprova texto que diz que Maduro promoveu golpe

Parlamentares irão pedir garantia de direitos à comunidade internacional. Juízes que suspenderam processo de referendo serão denunciados ao TPI.

LinkedInTumblrRedditWhatsAppEmailGoogle GmailYahoo MailWordPress
O parlamento da Venezuela, controlado pela oposição, aprovou neste domingo (23) em uma sessão extraordinária um acordo no qual declara a “ruptura da ordem constitucional e a existência de um golpe de Estado” no país “cometido pelo regime de Nicolás Maduro e pelos poderes Judicial e Eleitoral”.

Publicidade

Os parlamentares acertaram solicitar à comunidade internacional a “ativação de todos os mecanismos necessários para garantir os direitos do povo da Venezuela”.

Eles também anunciaram que formalizarão uma denúncia no Tribunal Penal Internacional (TPI) contra os juízes regionais e os reitores do Conselho Nacional Eleitoral, classificados como “responsáveis” da suspensão do processo de referendo para tirar Maduro do poder.

Publicidade

Veja também

Donald Trump em campanha (Fonte: Divulgação)

Como Trump venceu – e como a mídia perdeu isso

(O texto abaixo é de autoria de Joel B. Pollak, editor-sênior do portal conservador de …