Esportes

GP da Malásia de 2016

"...Com o pódio, Nico Rosberg abre uma importante vantagem para Lewis Hamilton faltando apenas cinco provas para o final. Nos resta ver se a vantagem que Nico abriu não será também uma arma psicológica sobre Lewis Hamilton..."

LinkedInTumblrRedditWhatsAppEmailGoogle GmailYahoo MailWordPress
O campeonato mundial de 2016 chega para sua 16ª etapa, a corrida foi disputada no circuito de Sepang na Malásia, e a disputa pelo título está acirrada entre os dois pilotos da Mercedes, Nico Rosberg que busca seu primeiro título e o tricampeão Lewis Hamilton.

Publicidade
As confusões na largada foram causadas por Sebastian Vettel. (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
As confusões na largada foram causadas por Sebastian Vettel. (Fonte da imagem: Mark Thompson/Getty Images)

Nico chegou a ter uma vantagem de 43 pontos sobre Lewis, que foi buscar e após uma virada incrível chegou a 19 pontos de vantagem. Mas Nico Rosberg não se deu por vencido, foi atrás e agora consegue ultrapassar o companheiro e rival em 23 pontos, o GP da Malásia foi bem parecido com o que vemos no campeonato desse ano, hora vantagem para Lewis, e hora para Nico.

Logo na largada, o alemão Sebastian Vettel tentou ganhar algumas posições de forma um tanto estabanada, acabou acertando a Mercedes de Nico Rosberg que vinha de uma largada tranquila e se manteria na segunda posição atrás de Hamilton.

Porém com o toque, Nico rodou e foi parar nas últimas posições, Vettel levou a pior e abandonou com a suspensão dianteira quebrada. Bom para Lewis Hamilton que seguia na primeira colocação, o inglês chegou em Sepang com 8 pontos de desvantagem para Nico, se a corrida terminasse daquele jeito o piloto sairia com 17 pontos de vantagem, mas a corrida não termina na largada.

Veja também:  Relembrando o GP da Áustria de 2002

Com ótima estratégia de pneus, as Red Bull de Daniel Ricciardo e Max Verstappen estavam virando ameaça real à vitória de Lewis, que por sua vez andava o tempo todo no limite afim de conseguir distância ideal para não perder a liderança quando parasse nos boxes.

Enquanto isso Nico vinha em uma frenética prova de recuperação, quase não tomando conhecimento dos outros carros que vinham a sua frente.

Enquanto teve carro, Hamilton dominou a corrida. (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
Enquanto teve carro, Hamilton dominou a corrida. (Fonte da imagem: Mark Thompson/Getty Images)

Enquanto as Red Bull travavam uma duríssima batalha roda a roda pela segunda posição, na volta 41, a Mercedes do líder Lewis Hamilton apresentou falha e estourou o motor, chegando a sair fogo na parte traseira. O rádio com os gritos de “não, não não” de Lewis foram de comover, o inglês saiu desolado do carro.

A organização da prova acionou o Safety Car Virtual para a retirada do carro de Lewis, as Red Bull aproveitaram para ir juntas ao boxe para sua última troca de pneus cada.

Publicidade

Nico Rosberg forçou a passagem em Kimi Raikkonen, chegando a se tocar, a direção de prova entendeu que Nico forçou demais e lhe deu uma punição que acrescentaria 10 segundos ao seu tempo final, mas não foi suficiente para tirar a 3ª colocação do alemão, que terminou com vantagem suficiente para não perder a posição de Kimi no final.

Veja também:  2016, o ano de Rosberg. Ou, teremos um campeonato de verdade!
Talvez a imagem do fim de semana, Lewis se lamentando após abandonar a corrida. (Foto: Reprodução/Facebook)
Talvez a imagem do fim de semana, Lewis se lamentando após abandonar a corrida. (Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

Daniel Ricciardo não cedeu à pressão de seu companheiro Max Verstappen e venceu sua primeira corrida no ano, a quarta na carreira. O australiano dedicou sua vitória ao piloto Jules Bianchi, que morreu em 2015, vítima de um acidente no GP do Japão de 2014.

Em 2016 o australiano por duas vezes ficou muito próximo de vencer, a vitória mais que merecida veio em boa hora, em que ele trava uma intensa batalha interna com seu companheiro de equipe, Max Verstappen.

Os brasileiros tiveram uma corrida para esquecer, Felipe Massa que enfrentou problemas desde a largada, terminou em 13º, enquanto Felipe Nasr abandonou com problemas de freio em sua Sauber.

O pódio do GP da Malásia. (Foto: Clive Rose/Getty Images)
O pódio do GP da Malásia. (Fonte da imagem: Clive Rose/Getty Images)
Publicidade

Com o pódio, Nico Rosberg abre uma importante vantagem para Lewis Hamilton faltando apenas cinco provas para o final. Nos resta ver se a vantagem que Nico abriu não será também uma arma psicológica sobre Lewis Hamilton.

A Mercedes sai com uma ponta de frustração da Malásia, pois tinha grande chance de sair da corrida campeã de construtores, agora precisará esperar para a próxima corrida, afim de quem sabe comemorar o título de construtores.

Veja também:  A dança das cadeiras da Fórmula 1 para 2017
(Foto: Divulgação)
(Fonte da imagem: Divulgação)

A próxima corrida acontece já no próximo fim de semana, no Japão.

Publicidade

Veja também

Felipe Massa

Felipe Massa anuncia sua aposentadoria

Felipe Massa anuncia que se aposenta da Fórmula 1 no final da atual temporada.Publicidade “A …